Consultor Online      
Página inicial | Newsletter de Março de 2012

Newsletter DANRESA - Março de 2012

A Newsletter da DANRESA aborda temas muito interessantes para a comunidade de informática.
Veja abaixo a newsletter de março de 2012:


.
Fábrica Softwares Service Desk DANRESA Monitoração DANRESA


Ano 2, Ed. 02, Março de 2012

A Newsletter da DANRESA Consultoria de Informatica, aborda temas muito interessantes para a comunidade de informática. Nesta edição de março de 2012 você lerá sobre Disaster Recovery, Service Desk, produtos Juniper e curiosidades. Boa leitura.

Nesta Edição:

• Disaster Recovery – Recuperação da estrututura de TI após eventos danosos às instalações de TI das empresas

• Service Desk – Porque os chamados não caem?

• Linha de produtos Juniper ganha espaco e confirma qualidade

• Curiosidades


Disaster Recovery – Recuperação da estrututura de TI após eventos danosos às instalações de TI das empresas

Disaster Recovery

Procedimentos de Disaster Recovery não são muito comuns nas empresas brasileiras. Principalmente nas de pequeno e médio portes. Afinal, montar uma estrutura para recuperação de dados, servidores, linhas de comunicação, switches, roteadores, etc. não sai barato. Além disto, não é nossa cultura a preocupação com o futuro, especialmente em se tratando de desastres. Afinal desastres só acontecem com os outros, conosco nunca.

Para quem trabalha em uma empresa Americana, ou Europeia, a preocupação com os planos de contingencia já fazem parte do cotidiano. Os americanos em especial costumam ter comitês de gestão para situações de emergências que, via de regra, são repassados para as suas subsidiarias no Brasil e são copiados e inseridos no contexto das empresas aqui, em nossa terra, como se fossem funcionar.

Para ser bem justo com esses planos, se forem levados a serio, funcionam. Mas custam caro e não são acessíveis a qualquer empresa.

Nas pequenas e medias empresas os riscos são os mesmos, mas as condições para implementar o plano de contingencia, ou Disaster Recovery são precárias. Custam aquele montante de dinheiro que não está sobrando no orçamento da área de TI.

A primeira coisa a se fazer quando um desastre ocorre com o Data Center ou algum servidor que definitivamente vai pro brejo, é restaurar o Backup. Para isso é necessário que haja um backup a ser restaurado. Esta preocupação deve ter estado presente nas mentes do Gestor de TI bem antes da ocorrência do Desastre. Os procedimentos devem estar bem atualizados e ter sido seguidos à risca. As fitas de Backup devem ter sido guardadas em local diferente do Data Center, caso contrario podem ter sido destruídas junto com os servidores, dependendo do tipo de Desastre. As rotinas de restore devem ser testadas regularmente, caso contrário alguma fita pode não voltar todos os dados, ou simplesmente não conter dado nenhum. E esta é a pior hora para descobrir que a fita que você esta restaurando esta vazia.

Se o desastre danificou fisicamente equipamentos, será necessário substituí-los e isso pode levar alguns dias até comprar, receber e instalar novos servidores. Manter alguns equipamentos já comprados em estoque as vezes é uma solução, mas quem pode em sã consciência dizer que consegue manter um ou dois equipamentos de reserva guardados na sua empresa? Na primeira necessidade alguém se lembra que tem esses equipamentos guardados sem utilização e pronto.. vai lá e pega.

Com o advento do Cloud Computing, as soluções para Disaster Recovery estão se tornando menos onerosas. O conceito de Site Backup vem crescendo em utilização, pois está acessível para as pequenas e médias empresas de uma maneira mais fácil do que para as grandes. Afinal para as pequenas e médias a quantidade de informações colocadas na nuvem é menor, tornando a solução mais viável.

O procedimento consiste em alugar, junto a um provedor de soluções de informática, um espaço nos servidores do seu Data Center e um link de dados através do qual os dados são copiados dos servidores da empresa para os servidores do Data Center do provedor em intervalos regulares ou mesmo em tempo real, dependendo das necessidades. Esta solução serve também para momentos em que as empresas precisam realizar paradas programadas para manutenção em suas plantas e os acessos aos servidores da empresa ficam indisponíveis.

A Danresa Consultoria tem opções importantes para soluções de Disaster Recovery através da utilização do Site Backup a custos bem acessíveis às pequenas e médias empresas.

  voltar ao topo da página

Service Desk – Porque os chamados não caem?

Service Desk

Uma das atividades mais dispendiosas na gestão de uma área de TI é o Service Desk. E eu digo dispendiosas porque é um dinheiro jogado fora. Afinal, quando uma empresa implanta uma área de Tecnologia da Informação, ela quer fornecer a seus funcionários recursos para administrar da melhor forma suas atividades. São servidores de rede, links de comunicação, firewalls, desktops, notebooks, telefones celulares, etc. E tudo deveria funcionar corretamente, sem problemas, por um bom tempo. Mas não funciona. Não funciona, ou porque o usuário não sabe lidar com o recurso que tem em mãos, ou porque os recursos não estão bem dimensionados para atender a demanda da empresa, ou por outros tanto motivos que um departamento da área Tecnologia da Informação tem que descobrir e resolver. Este departamento chama-se Service Desk, ou Suporte, ou Help Desk ou outro nome que queiram lhe dar.

No entanto este departamento também tem seus problemas e fazer a gestão dos chamados e dos atendimentos efetuados é de suma importância. Em muitas empresas os atendentes resolvem os problemas dos usuários, e depois resolvem de novo os mesmos problemas, e de novo os mesmos novamente, isso porque os problemas se repetem.

Muitas vezes quando vamos a um empresa para fazer consultoria na área de Tecnologia da Informação e perguntamos quantos chamados são atendidos por dia, recebemos uma resposta aleatória. Nem sempre existem estatísticas mostrando os atendimentos efetuados, quais tipos são mais frequentes, quais funcionários abrem mais chamados, quais aplicativos são mais problemáticos, etc. E assim não se faz um trabalho de gestão junto aos usuários para reduzir a quantidade de problemas e melhorar a performance dos ativos de TI.

Não basta uma boa área de Service Desk, com profissionais de suporte com bons conhecimentos dando atendimento rápido com soluções precisas e rápidas. É necessário eliminar os problemas, reduzir a incidência deles, e isso só se consegue com uma boa gestão.

Existem atualmente no mercado varias ferramentas para controle de chamados técnicos, com estatísticas que mostram uma visão detalhada das características dos problemas da empresa.

A geração de relatórios periódicos é importante para o gestor avaliar a situação e propor à direção da empresa, mudanças, investimentos, melhorias, e até mesmo mostrar os resultados de suas ações para a direção da empresa estar ciente da importância das atividades da área.

A Danresa Consultoria dispõe de uma ferramenta de Service Desk que oferece ao gestor da área de TI recursos e informações detalhadas para uma análise crítica das atividades de atendimento técnico e tomada de decisões.

  voltar ao topo da página

Linha de produtos Juniper ganha espaco e confirma qualidade

Juniper

A linha de soluções para infraestrutura da Juniper Network ganha espaço nas empresas brasileiras e já está presente nos principais Data Centers e Estrutrura de Redes das Empresas Nacionais. As soluções são parte da Linha de Gateways de Serviço SRX, e da série de switches Ethernet EX.

O SRX240, oferece até cinco vezes mais desempenho de segurança, pela metade dos custos dos produtos da concorrência. A linha de switches EX disponibiliza acesso em velocidade Gigabit com menor custo e melhor performance.

Agregado a isto os clientes podem contar com o Network and Security Manager (NSM) e o software JUNOS, para projetar e implementar redes de alto desempenho para estruturas de todos os portes.

Os produtos da linha SRX apresentam sua arquitetura baseada no modelo de Dinâmica de Serviços, suportando várias funcionalidades para a prevenção de Invasão e gerenciamento centralizado de ameaças. Agregado a isso, as soluções da linha SRX possuem o recurso de aceleração de segurança de conteúdo por hardware, no gerenciamento e prevenção de Invasão (IPS), antivírus, Power over Ethernet (PoE) e ferramentas de VOIP no padrão SIP.

A linha é composta por quatro modelos: o SRX100, com várias opções fixas de tamanho; o SRX210, com modularidade em um único slot; o SRX240, com 16 portas Gbps Ethernet embarcadas e quatro slots de expansão; e o SRX650, com oito slots de expansão para interfaces WAN/LAN, disponibilidade de fontes de alimentação e mecanismos de roteamento e serviços redundantes, além de comutação e segurança integrados. O Desempenho do Firewall –IPS varia de 600/50 a 7000/900 Mbps.

A Danresa Consultoria é parceira da Juniper no Brasil e comercializa e implementa as soluções Juniper SRX. Contando com equipe de técnicos especializados e treinados para dar total segurança e confiabilidade aos clientes, a equipe de consultores da Danresa atua na instalação de configuração de ambientes mesmo para empresas que já possuem os equipamentos Juniper e desejam obter full performance em seus equipamentos.

Saiba mais sobre Juniper no site da DANRESA.

  voltar ao topo da página

Curiosidades

Curiosidades

Fonte: Uol tecnologia

O site Webby Awards preparou uma lista com os dez eventos mais importantes da década para a Internet.

Dentre os principais eventos destacamos o lançamento do Google Adwords em outubro de 2000. A companhia tornou a publicidade seu carro-chefe. O programa de anúncios "self-service" abriu o mercado publicitário para quaisquer negócios, não importa se grandes ou pequenos, permitindo que os anunciantes mirassem em seus consumidores com uma precisão milimétrica.

Em seguida destaca-se a criação da Wikipédia. De 20 mil novos artigos online em 18 línguas em seu primeiro ano de vida (2001), a Wikipédia passou para 14 milhões de artigos em 271 idiomas. A enciclopédia de código aberto resumiu o poder da internet em levar estranhos de todo o mundo a colaborarem em projetos.

A revolução do vídeo online foi de suma importância. Em 2006, uma enxurrada de banda de internet mais veloz, câmeras baratas e o uso inovador do player em Flash da Adobe pelo YouTube resultaram na revolução dos vídeos online. A tríade levou ao boom de vídeos feitos em casa e também de conteúdo profissional, que remodelou tudo: da cultura pop à política.

O aparecimento do Facebook e Twitter não poderiam ser esquecidos. Em setembro de 2006, o site de rede social para estudantes de faculdade abriu a participação para usuários com mais de 13 anos e um e-mail válido. O Facebook atingiu uma sintonia imediata e da noite para o dia tornou-se a principal rede social do mundo. Dividindo a sétima posição com o Facebook, está o Twitter. Os criadores do Twitter abriram caminho para o serviço decolar em 2007. Ambas as companhias levaram as mídias sociais ao mainstream, mudando radicalmente a maneira como as pessoas se conectam, colaboram e comunicam-se umas com as outras.

O lançamento do iPhone em 29 de junho de 2007 foi o boom mais comemorado. No final dessa mesma semana, as lojas já haviam vendido meio milhão de aparelhos. Os smartphones passaram de um item de luxo a uma necessidade. O iPhone inspirou o desenvolvimento de sistemas operacionais como o Google Android, assim como aplicativos sobre todos os aspectos da vida moderna.

A lista completa esta publicada no site do UOL na seção tecnologia

Siga a DANRESA nas suas redes sociais:

LinkedIn DANRESA Facebook DANRESA Twitter DANRESA

Entre em contato com a DANRESA

Departamento Comercial e de Negócios
PABX: 55 11 4452-6450 – Opção 1 da URA
comercial@danresa.com.br

 

Se você ainda não recebe a newsletter da DANRESA e quer receber, preencha o formulário abaixo:

Rua Dr. Siqueira, 43
Vila Helena - Santo André - SP
CEP 09175-380

Tel.: 55 11 4452-6450 / 55 11 4063-7004
Fax.: 55 11 2379-7669

  • Redes Sociais DANRESA

    Google Plus DANRESA
    facebook DANRESA
    Twitter DANRESA
    Linkedin DANRESA
    Flickr DANRESA

Certificações e Parcerias

Microsoft Partner    Juniper Partner    Fortinet Partner
SpamTitan Partner    WebTitan Partner    PRTG Partner